Meu Perfil
BRASIL, Sul, CURITIBA, UBERABA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, English, Livros, Cinema e vídeo, Ciência, Astronomia



Histórico
 01/10/2015 a 31/10/2015
 01/11/2013 a 30/11/2013
 01/10/2013 a 31/10/2013
 01/09/2013 a 30/09/2013
 01/08/2013 a 31/08/2013
 01/07/2013 a 31/07/2013
 01/05/2013 a 31/05/2013
 01/03/2013 a 31/03/2013
 01/02/2013 a 28/02/2013
 01/11/2012 a 30/11/2012
 01/08/2012 a 31/08/2012
 01/07/2012 a 31/07/2012
 01/06/2012 a 30/06/2012
 01/02/2012 a 29/02/2012
 01/01/2012 a 31/01/2012
 01/09/2011 a 30/09/2011
 01/08/2011 a 31/08/2011
 01/07/2011 a 31/07/2011
 01/06/2011 a 30/06/2011
 01/02/2011 a 28/02/2011
 01/01/2011 a 31/01/2011
 01/11/2010 a 30/11/2010
 01/10/2010 a 31/10/2010
 01/09/2010 a 30/09/2010
 01/07/2010 a 31/07/2010
 01/05/2010 a 31/05/2010
 01/04/2010 a 30/04/2010
 01/03/2010 a 31/03/2010
 01/01/2010 a 31/01/2010
 01/12/2009 a 31/12/2009
 01/09/2009 a 30/09/2009
 01/08/2009 a 31/08/2009
 01/07/2009 a 31/07/2009
 01/06/2009 a 30/06/2009
 01/05/2009 a 31/05/2009
 01/03/2009 a 31/03/2009
 01/01/2009 a 31/01/2009
 01/12/2008 a 31/12/2008
 01/11/2008 a 30/11/2008
 01/10/2008 a 31/10/2008
 01/09/2008 a 30/09/2008
 01/08/2008 a 31/08/2008
 01/07/2008 a 31/07/2008
 01/06/2008 a 30/06/2008
 01/05/2008 a 31/05/2008
 01/04/2008 a 30/04/2008
 01/03/2008 a 31/03/2008
 01/02/2008 a 29/02/2008
 01/01/2008 a 31/01/2008
 01/12/2007 a 31/12/2007
 01/11/2007 a 30/11/2007
 01/10/2007 a 31/10/2007
 01/09/2007 a 30/09/2007
 01/08/2007 a 31/08/2007
 01/07/2007 a 31/07/2007
 01/06/2007 a 30/06/2007
 01/05/2007 a 31/05/2007
 01/04/2007 a 30/04/2007
 01/03/2007 a 31/03/2007
 01/02/2007 a 28/02/2007
 01/01/2007 a 31/01/2007
 01/12/2006 a 31/12/2006
 01/11/2006 a 30/11/2006
 01/10/2006 a 31/10/2006
 01/09/2006 a 30/09/2006
 01/08/2006 a 31/08/2006
 01/07/2006 a 31/07/2006
 01/06/2006 a 30/06/2006
 01/05/2006 a 31/05/2006
 01/04/2006 a 30/04/2006
 01/03/2006 a 31/03/2006
 01/02/2006 a 28/02/2006
 01/01/2006 a 31/01/2006
 01/12/2005 a 31/12/2005
 01/11/2005 a 30/11/2005
 01/10/2005 a 31/10/2005
 01/09/2005 a 30/09/2005
 01/08/2005 a 31/08/2005
 01/07/2005 a 31/07/2005
 01/06/2005 a 30/06/2005
 01/05/2005 a 31/05/2005
 01/04/2005 a 30/04/2005


Categorias
Todas as mensagens
 Boca no Mundo
 Ciência, Astronomia
 Poesia e Literatura
 Outras Artes
 Filmes e séries


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 BLOG DAELN-UTFPR
 Mário Bortolotto
 Micos, Gafes & Vexames
 Bacia das Almas - Paulo Purim
 Proibido Ler de Gravata
 Márcio Américo
 BLOG da Merie
 Angeli
 BLOG da Livraria Osório SEBO
 Leo Jaime, o BLOG
 Crônicas, vários autores
 Diário de uma Prostituta
 NonaArte HQ's
 Bertoldo Schneider, Site
 Engenheiras de Saia
 Poéticas Profecias
 Espelunca - Ademir Assunção
 Stocker - Stockadas
 Bestiário (POESIAS)
 Mustafá & A Confraria
 UOL-BLOG
 Thadeu, Polaco poeta
 Mônica Berger, Poeta
 Poesia Jornal
 Astrália-Marcos Prado-Tributo
 Blog do Eltom
 Blog do Machado


 
QuasarGhost, The BSJ WeB Log
 

 
 

A religião da economia

Ao contrário do que pensa a maioria das pessoas, estar certo não é a finalidade de todos os críticos. Eu, como todo mundo, tenho meus acertos e meus erros. Quanto mais experiência a gente adquire, mais a balança pende para um dos lados (e nem sempre para o lado certo). Tem um monte de coisas para as quais eu gostaria de estar completamente errado. Uma delas é o que chamam de sistema econômico mundial. Eu sempre achei um absurdo as variações de índices econômicos baseadas em achismos: um cara fala uma bobagem no Canadá e o Japão perde algumas empresas; um repórter publica outro achismo nos "States" e metade dos aplicadores fogem do Brasil. Que porra era esta? Pra mim, nunca passou de um joguinho de retardados com conseqüências enormes. Eu não acreditava que aquilo podia estar acontecendo. Eu conseguia entender que um problema de safra de milho num país como Brasil ou EUA pudesse influenciar no preço do frango no mundo inteiro, porque frangos têm a mania de comer milho. Mas a maioria das explicações dadas para altas e baixas era uma piada. E tem ainda esse negócio das explicações. Sempre apareciam os especialistas que sabiam exatamente o porquê de uma coisa ter acontecido. Piadas de mau gosto. Agora está aparecendo um monte de coisas absurdas. Por exemplo, outro dia saiu a notícia de que havia uma espécie de aplicação tipo "pirâmide" capitaneada por um dos maiores banqueiros do mundo, que tinha como clientes até países inteiros. Inacreditável! A crise atual foi deflagrada por um absolutamente artificial, virtual, etéreo sistema de financiamento habitacional que beira o extremismo de fés fundamentalistas. Coisas como estas, com seres humanos baseando o rumo de seus países em crenças sem sentido, eu esperava só dos povos medievais. Mas dá pra ver que o ser humano ainda acredita em horóscopos. Desde piá eu não conseguia mesmo acreditar que houvesse tanta gente cometendo o mesmo erro. Eu preferia acreditar que o erro estava em mim. Eu era que não estava entendendo o mecanismo da coisa. Mas, infelizmente, eu estava (como muitos) certo. Essa atual crise mundial, capaz de dar um chega pra lá até na China, que cresceu em média 9% ao ano nas últimas 3 décadas (este dado, retirado da Folha, é meio incrível, não?), prova isto. Prova como uma enganação de um bando de moleques pode mudar todo o mundo. E por que vocês acham que isso acontece? Porque nós somos um bando de animais que gosta de ser boiada. Manezinho se veste diferente, acha seu próprio estilo, sei "diferencial" simplesmente para ser "igual" aos outros manezinhos. Todos seguem cartilha! Todos prezam seguir cartilha! Até mesmos os rebeldes são seguidores de cartilha! A cartilha de como pensar diferente (que acaba sendo um pensar diferente igual a todos os outros que "pensam diferente"). É o exemplo do rebelde atual que acha Cuba o máximo. Mas felizmente, como diz o ditado vulcano "a glória do universo está em sua infinita diversidade em infinitas combinações". Existem poucos que fazem a diferença. O presidente Sarkozy está agora querendo refundar o capitalismo e ele está com toda a razão. Ele diz que o problema não está no capitalismo, mas no "sistema que foi progressivamente dando mais importância ao especulador do que ao empreendedor", e completa: "o capitalismo não é a lei da selva, não é a irresponsabilidade generalizada, não é a primazia da especulação". Ele quer a volta dos valores básicos do capitalismo. A economia centrada no empreendimento e desenvolvimento. Quer que as "agências reguladoras" sejam reguladas,  quer "um capitalismo centrado na transparência e não na opacidade". Bom, eu detesto dar razão a um francês, mas neste caso ele tem razão. A "cúpula de Washington" já decidiu caminhar por uma estrada mais segura, incluindo no "Fórum da Estabilidade Financeira" até os países emergentes. Vamos ver no que dá.



Categoria: Boca no Mundo
Escrito por Bertoldo Schneider Jr. às 12h06
[ ] [ envie esta mensagem ]



 
 

Halo solar

No domingo, após a churrascada de fim de ano da Zeit, que sempre vou, fui pra casa e ao sair do carro, vi pelo pelo reflexo do pára-brisa um efeito "arco-iris" no céu. Estava particularmente forte no pára-brisa por causa que o processo de reflexo é uma espécie de filtragem polarizada da luz. Telefonei pro Mário Sérgio e ele já estava vendo a coisa. O Diniz também estava acompanhando. Acima tem uma foto de um pedaço do halo circum-zenital e abaixo, um avião atravessando o sundog esquerdo.

 



Categoria: Ciência, Astronomia
Escrito por Bertoldo Schneider Jr. às 00h20
[ ] [ envie esta mensagem ]



 
 

Churrascada do CACEP

No último sábado tivemos a Churrascada Anual do CACEP (Clube de Astronomia do Colégio Estadual). Fui convidado e compareci. Estava ótimo, principalmente pela companhia. No início da noite, como se o Mário Sérgio tivesse encomendado, tivemos uma belíssima passagem da ISS (International Space Station) sobre nossas cabeças. A foto mostra 15 segundos dela. Fou muito bom!



Categoria: Ciência, Astronomia
Escrito por Bertoldo Schneider Jr. às 00h05
[ ] [ envie esta mensagem ]



 
 

Passeio na Universidade

 

MInhas filhas, quando em férias, sempre pedem para passar um dia comigo na Universidade,. Elas dizem gostar daquela comida, do restaurante e das coisas que têm por lá. Outro dia eu as levei. Eu tinha uma reunião à tarde com o pessoal do CACEP e CAUTEC sobre assuntos comuns. Foram lá os professores EmílioAmauriLucas, companheiros de longa data de Astronomia. Depois do almoço com minhas filhas e antes da reunião, eu tinha que limpar as caixas de materiais novos para o futuro curso de Engenharia Biomédica. Peguei a maior e estava cheia de asas e corpos de cupins. A caixa continha o novo esqueleto didático em tamanho natural, novinho. Tiramos da caixa, limpamos e montamos. A foto mostra como crianças podem ficar "assuntadas" diante da ciência. Depois da reunião, como o esqueleto despertara curiosidade para assuntos biomédicos, começamos a falar disso e terminamos com uma pequena demonstração de um cérebro e suas partes. Todos os presentes, inclusive minhas filhas, acompanharam atentamente. Nem chegaram perto do "Ui, que nojo!" que seria normal pra essa idade. À noite, montei o telescópio no meu solário-observatório. Quando a morena viu, só disse: "dá licença, pai.", pegou um banquinho e posicionou do lado do scope. Subiu nele, pegou os controles dos motores do telescópio, botou o olhinho na ocular e ficou ali passeando pelo céu, num equilíbrio precário sobre o banco, com um pai sorrindo e babando na porta.

 



Categoria: Ciência, Astronomia
Escrito por Bertoldo Schneider Jr. às 23h45
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]