Outro ponto para a Astronomia Amadora

  Mancha em Vênus

Em 19 de julho deste ano (2009), um astrônomo amador americano descobriu uma intrigante mancha branca e brilhante na atmosfera de Vênus. Logo em seguida, confirmou-se sua existência pela sonda Venus Express, da Agência Espacial Européia (AEE). Análise dos dados indicaram que a mancha apareceu pelo menos 4 dias antes de ser notada daqui da Terra. A mancha está se expandindo e se espalhando pela atmosfera venusiana. Não há até o momento modelo nem explicação para tal fenômeno. Eu chutaria ser atividade do próprio planeta, como ejeção de material da superfície. Uma espécie de atividade vulcânica diferenciada da terrestre (vulcões de outros planetas são diferentes. Em Io existem vulcões de atividade ‘gelada’, por exemplo)

Outro ponto foi a descoberta também por um astrônomo amador (o australiano Anthony Wesley)  de um ponto de impacto na atmosfera de Júpiter. O Impacto deixou um rastro exatamente igual ao deixado pelo famoso impacto do Shoemaker-Levi (que vi ‘ao vivo’ com os amigos da Astronomia do Colégio Estadual), em 1994. Na ocasião, 21 fragmentos do cometa caíram em Júpiter, provocando enormes manchas negras em sua atmosfera por muitos meses. A NASA confirmou o impacto, mas não tem idéia do que pode ter sido (Glenn Orton, NASA). Conforme outro cientista, Leigh Fletcher (NASA), a mancha tem o diâmetro da Terra.

    Impacto em Júpiter