Tufão versus Carminha

Não vejo novelas. Prefiro as séries internacionais. Tem gente que acha que são a mesma coisa, mas argumento que cada hora de um seriado tem muitas dezenas de horas a mais de trabalho de roteiro e, sinceramente, não vejo como podem comparar em qualidade uma coisa com outra. MAS tudo tem exceções. Essa história do Tufão e da Carminha, por exemplo, da novela "Avenida Brasil",(que minhas filhas me fazem conhecer mesmo eu dizendo que não tenho interesse) levanta uma reflexão interessante. Alguém se lembra do experimento de Galileu com o navio ou o de Einstein com os elevadores? Se um navio corre sobre a água, tudo que se pode medir é a velocidade do mesmo em relação à água. Se a água estiver se movendo (corrente marítima), não havia como saber (sem GPS ou sem as estrelas) a velocidade real do navio em relação ao planeta. A mesma coisa para o experimento de Einstein. Se você estiver dentro de um elevador fechado subindo aceleradamente OU em descendo freando cada vez mais fortemente, não há como você diferenciar uma da outra coisa. Esse é o Princípio da Relatividade (bolado por Galileu e que veio a dar nome à teoria de Einstein, por caso dos sistemas referenciais). Agora, voltemos ao Tufão e à Carminha. Se por tantos anos o tal do Tufão achou que a tal da Carminha o amava, dava carinho, ‘comparecia’, etc, então, para o Tufão, enquanto ele não souber da verdade, qual a importância da relação ser falsa? É uma questão relativa, no sentido de que depende do referencial que você está usando para olhar o fenômeno. Para o Tufão, enquanto ele está ignorante, tudo é maravilhoso. Para quem está de fora, não. Pense nisso quando for julgar outra pessoa! Não é desconcertante saber que alguém pode ser muito mais feliz vivendo numa mentira do que numa verdade? Agora, extrapolem um pouco mais. A vida que vivem é julgada pelo referencial de vocês e alguns, espero, podem achá-la maravilhosa. Vamos supor ainda que alguém de fora esteja vendo ‘nossa história’ e perceba  o quão lamentável é nossa situação. Você realmente iria querem que este alguém viesse a você e ‘entregasse o jogo’? Você acha que é do tipo de pessoa capaz de suportar verdades que estraçalhariam seu mundo? Poucas pessoas são... e acho que elas não veem novelas.