Pai...

Pai

Só queria estar com você hoje

Beijar seu rosto e sentir a barba por fazer

Ver seus olhos divertidos me olharem preocupados

Mas não perguntar

Porque esse era o nosso jeito

E ficar ali em silêncio

Vendo a noite passar

Deixando a paz entrar devagarinho

Curando os rombos da batalha

Pai...

Serei como você um dia?